quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Mapa de Kurt Cobain

No último feriado, o Astrologia do Rock esteve na exposição sobre a banda Nirvana que está no subsolo do pavilhão da Bienal no Ibirapuera, e inspirados pela vibe anos 90 e o movimento grunge fizemos a análise do mapa do lider da banda, Kurt Cobain.


Cobain nasceu na cidade de Aberdeen, nos Estados Unidos, em 1967. Durante a infância foi diagnosticado com hiperatividade infantil e usava medicamentos como a ritalina.

Em 1975 seus pais se separaram, o que lhe causou infelicidade e revolta. Ele cresceu desenhando e interessado em música, mas, cada vez mais rebelde, deixou a escola antes de terminar o colegial para visitar clubes de música.

Em 1987, Kurt e o amigo de escola Krist Novoselic, criaram o seu grupo de rock, "Nirvana", e se apresentaram em clubes em Aberdeen, Olympia e Seattle. Dois anos depois, lançaram seu primeiro álbum, "Bleach". Eles assinaram contrato com a Geffen Records em 1991 e seu segundo álbum, "Nevermind", vendeu mais de dez milhões de cópias em todo o mundo. A música do Nirvana fazia parte do som crescente da música popular estilo grunge de Seattle. O estilo do grupo do jeans e T-shirts rasgados e cabelos não lavados influenciaram os adolescentes americanos; Cobain foi defendido como a voz da geração X. Apesar do seu rápido status de superstar, sua vida pessoal continuou a se corroer.

Kurt sofria de dores crônicas de estômago  não diagnosticadas, que ele acreditava terem sido aliviadas pelo uso de heroína. Durante anos, ele teve uma doença de estômago misteriosa, com dor, náuseas e ardência em sua cavidade abdominal superior. A angústia era inexplicável para o diagnóstico e às vezes ficava péssimo por dias.

Desconfortável com sua fama, ele continuou com o uso de drogas (heroína) e álcool e o fim todos sabemos: Kurt se suicidou, possivelmente com uma espingarda, no dia 08/04/1994, deixando uma filha chamada Frances, fruto do casamento com a cantora da banda Hole, Courtney Love.

Bom, vamos ao mapa do Kurt Cobain:










À primeira vista, fica difícil entender as dificuldades, infelicidades e o suicídio de Kurt, pois vemos vários planetas em boa condição celeste (dignidade essencial): Lua domiciliada, Júpiter exaltado, Vênus exaltada e Marte exaltado.

Olhando mais a fundo, vemos que a Lua está conjunta à estrela Sirius, que confere honra, fama, riqueza, ardor, fidelidade, devoção, paixão e ressentimento, mas também risco de mordidas por cães. Junto à Lua, Sirius promete sucesso nos negócios, amigos influentes do sexo oposto, favorecimento para o pai, boa saúde, mudanças positivas em casa ou nos negócios.
A Lua (estado emocional e mental) está em Câncer, domiciliada, e é também o Hyleg da carta (indica a força vital do nativo e é também chamado de doador da vida). Kurt ainda criança se sentiu muito abalado com a separação dos pais. A Lua no mangue deseja um porto-seguro, um lar, uma família, acolhimento e carinho; no momento em que houve o rompimento, tudo isso acabou, e Kurt alterou muito seu humor e comportamento, se tornando reativo e belicoso. No futuro Cobain teve dores estomacais fortíssimas sem um diagnóstico preciso, mas relacionado a essa Lua e às fortes emoções que ele passou. É uma Lua em mútua recepção negativa com Marte - Lua na queda de Marte, Marte na queda da Lua, e ambos com triplicidade nos dois signos.

"Lembro-me de me sentir envergonhado. Por alguma razão senti-me envergonhado pelos meus pais. Deixei de poder ver alguns amigos na escola porque queria, desesperadamente, uma família clássica, queria essa segurança. Fiquei sentido durante uns anos", reconheceu Cobain à revista Mojo numa das suas últimas entrevistas.

"Em uma entrevista concedida à edição estadunidense da revista Rolling Stone, Vig também disse que as mudanças de humor abruptas de Cobain eram muito problemáticas. "Kurt era encantador e muito sagaz, mas ele passava por essas mudanças de humor. Ele estava totalmente concentrado, e daí do nada, um interruptor era ligado nele e ele ia e se sentava no canto e desaparecia dentro de si mesmo. Eu realmente não sabia como lidar com aquilo."

Júpiter está jubilado na casa XI e conjunto a Procyon, estrela que pode deixar o nativo petulante, tímido, desafortunado, orgulhoso, que se enfurece facilmente, descuidado e violento; com Júpiter, está ligado a muitas viagens, problemas através de parentes, da igreja ou da lei, e ajuda dos amigos.

Lua e Júpiter estão em signos que lhe são favoráveis; isso é dignidade essencial. Mas a dignidade essencial fala da qualidade da ação do planeta; são as dignidades acidentais que falam da força do planeta em agir. Planetas em casas angulares têm mais força que planetas em outras casas; neste mapa, Sol, Mercúrio, Vênus e Saturno, todos em Peixes, são os planetas que estão em casa angular. Por signos inteiros, estão todos em conjunção, que na visão da astrologia antiga significa que influenciam-se mutuamente, formam um amálgama.

Vettius Valens (século II) fala que o nativo com Sol em Peixes está em conflito consigo mesmo, pois um dos peixes está voltado para o Norte e outro para o Sul, e que os homens nascidos sob este signo são instáveis, não confiáveis, têm mudanças de sorte, sem vergonha, ladrão, sexy, prolífico e popular.
Esse Sol rege a casa XII (vícios) e está oposto, por signos inteiros, à casa I e ao Ascendente (saúde, corpo físico).

"Ele inspirou as pessoas a colocá-lo num pedestal, a se tornar santo Kurt. Se tornou ainda maior depois de sua morte do que antes. Você acha que não consegue ficar mais grandioso, mas fica", filosofou a cantora. "Kurt chegou a um ponto onde ele teria que sacrificar a si mesmo em nome de sua arte, porque o mundo exigia isso dele. Eu acho que foi um dos motivos que o levou a não querer mais ficar aqui e que todos seriam mais felizes sem ele", completou Frances, que reconhece o talento do pai." - Frances Bean Cobain

Vênus, o Pequeno Benéfico, está em exaltação, mas em conjunção (inclusive por orbe) a Saturno, o Grande Maléfico. E Saturno, por sua vez, está em seus próprios termos e conjunto à estrela Scheat,
associada a extremo infortúnio, assassinato, suicídio e afogamento. Junto com Saturno, pode causar morte na infância, problemas domésticos, morte por afogamento, inundações, naufrágio, acidentes ou suicídio.

E Mercúrio, regente da casa I (vida, destino, vitalidade) e da casa X (carreira, fama, destaque na sociedade) está em queda, em exílio e nos seus próprios termos - ou seja, está forte (influencia os outros e não se submete) e de má qualidade. Ele está oposto ao Ascendente, conversa com a Lua (trígono) e é o senhor dos termos dela. Kurt era um cara sensível e inspirado e também tinha um humor que oscilava muito, assim como a autoestima.

O Lote da Exaltação, no final de Gêmeos, na casa X (carreira), representa o sucesso, mas o regente Mercúrio está debilitado e próximo a Vênus-Saturno e o próprio Lote quadrado a eles e a Mercúrio também. Kurt idealizava uma banda, uma carreira que o conectasse com a sua alma, com seus ideais. Ele se sentia fracassado aos próprios olhos, apesar da fama. Era um sucesso vazio, sem autorrealização. Só a parte material não bastava.

O Lote da Fortuna, local do mapa onde aponta sorte e abundância está na casa IX (a da espiritualidade, conhecimento, futuro). Ele é regido por Vênus, que está na casa VII (a das relações e parcerias) conjunta a Saturno e faz trígono com Júpiter.

Pelo nome da banda, "Nirvana", vemos que a procura pelo divino existia na vida do nativo ou no mínimo algum interesse que o movia nessa direção. De acordo com o budismo essa palavra significa: o estado de libertação do sofrimento, que é alcançado por meio da supressão dos desejos mundanos e da consciência individual.

Talvez a dependência das drogas fosse um meio de fugir das pressões (internas e externas) e também uma forma de alcançar estados mentais e espirituais que ele buscava. Mas a confiança extrema conduziu à falta de controle, que gerou excessos e o levou para um local de mais perturbação, onde ele se perdeu e foi à ruína.
Parceiros, conhecidos e amigos sempre estavam relacionados a esse assunto.

O Lote do Espírito, que mostra os desígnios da alma, está na casa VI, regido por Saturno conjunto à estrela Scheat. O nativo, por mais que tentasse encontrar a plenitude, sempre achava que morria na praia.

Previsões:

A primeira técnica utilizada é das Direções por Termos. As direções aparecem no terceiro livro de Dorotheus (século I) e são usadas para dividir a vida do nativo em diversas fases, cada uma delas regida por um planeta. Em 1994 a vida de Kurt era regida por Mercúrio, pois o Ascendente dirigido estava a 13° de Libra, grau que está nos termos de Mercúrio - e também nesse grau está Algorab, estrela na asa direita da constelação do Corvo e que tem a natureza de Marte e de Saturno, associada à destruição e malevolência.
O Ascendente dirigido fez aspecto com a Lua (quadratura), afetando o estado emocional e mental do nativo com oscilações e acionando inseguranças.

Mercúrio é chamado de planeta distribuidor do período de 1985 até o inicio de 1995. Ele está na casa VII doe Cobain e rege as casas I e X, ou seja, os assuntos daquele momento incluíam parcerias e casamento que afetavam o seus destino e a sua carreira.

O primeiro aspecto que Mercúrio faz nesse ano (1994) é com Júpiter, que será o planeta participante e falará sobre situações temporárias, do momento. Júpiter está na casa XI em júbilo e rege as casas VII e IV e o cenário era movimentado por projetos, amizades, parcerias, finalização de coisas e o ambiente doméstico.
Naquele época a carreira de Kurt já estava estabelecida com a banda Nirvana, o sucesso foi alcançado, seu amigos de adolescência eram seus parceiros na música e ele também se casou e comprou a casa em que morou até o dia em que cometeu suicídio na estufa. Todos os eventos são refletidos pelo distribuidor, Mercúrio e por Júpiter, o participante.

Usando também a técnica das Profecções, vemos que o regente do ano de 1994 era Júpiter (27 anos, o ascendente chegou ao quarto signo/casa). Com o ascendente em Sagitário, ativando Júpiter, sendo ele também o participante, na natividade ele está exaltado, nos próprios termos e jubilado e rege as casa VII e IV. No mapa da revolução solar encontra-se na casa VIII (casa da morte) está disposto por Marte e também em antíscia (espécie de conjunção) a ele, indicando um período bem difícil com as amizades e o casamento.

Mapa da Revolução Solar (RS) dentro, e o mapa natal fora:



















Mercúrio, o distribuidor e regente da casa I e X do mapa natal, encontra-se bem debilitado na RS (revolução solar), pois está exilado, em queda, combusto, retrógrado e na casa XII, todos os indicativos de que o "tom" do ano era de bastante abatimento, depressão, impotência.
A Lua da RS ao Meio do Céu do mapa natal: era o auge do sucesso, mas o dispositor dela é aquele Mercúrio em péssima condição, mostrando a não-realização e a infelicidade.

A RS está com quatro planetas na casa XII, indicando a sensação de impotência e aprisionamento. Também apresenta o Ascendente e a casa VIII regidas por Marte, peregrino na casa XI e disposto por Saturno.

O Lote (ou Parte) da Morte, uma das chamadas Partes Árabes, no mapa natal está a 7° de Capricórnio, disposta por Saturno que está na VII e na RS cai na casa XII.
Esse mesmo lote calculado para a RS está a 11° de Escorpião em antíscia com Marte e disposta por ele - Marte, associado a sangue, violência, armas cortantes e de fogo...

Por fim, olhando os trânsitos planetários, naquele ano Saturno está conjunto ao Sol (ponto de vitalidade no mapa) de Kurt, ele ainda estava bem perto do retorno de Saturno e Júpiter, planeta participante da época, estava conjunto a Marte e trígono à Lua.

Em resumo, astrologicamente 1994 era um ano que prometia ser muito exigente e delicado, desconfortável e até com riscos à saúde e integridade física de Kurt.

Chegamos ao final do post com Come As You Are (https://www.youtube.com/watch?v=vabnZ9-ex7o). Gratidão por nos acompanhar! Esperamos que tenham gostado - e que nos acompanhem também nas próximas análises de mapa ;)

Obrigada por nos acompanhar! Esperamos que tenham gostado!
Ana K. & Cao.

Nenhum comentário :

Postar um comentário